Até breve!

Olá gente querida!

A Loja virtual vai ficar off line por tempo indeterminado!
Por enquanto manterei as aulas de costura criativa aqui no Atelie…
Agradeço a compreensão de todos clientes e amigos.
Se precisarem, escrevam para laurinacrafts@gmail.com
Vou lá curtir o ócio criativo e cuidar da minha pequena e já volto!
Abraços,
Laurina

Vou tentar manter o blog atualizado, juro! Sempre tem fofuras saindo do forno por aqui!

Hanna 2 anos-0173

IMG_39714908730431

Dizem: quando nasce um bebê, nasce uma mãe também. E um polvo. Um restaurante delivery. Uma máquina de chocolate prontinho. Uma mecânica de carrinhos de controle remoto. Uma médica de bonecas. Uma professora-terapeuta-cozinheira de carreira medíocre. Nasce uma fábrica de cafuné, um chafariz de soro fisiológico, um robô que desperta ao som de choro. E principalmente: nasce a fada do beijo.

Quando nasce um bebê, nasce também o medo da morte – mães não se conformam em deixar o mundo sem encaminhar devidamente um filho.

Não pense você que ao se tornar mãe uma mulher abandona todas as mulheres que já foi um dia. Bobagem. Ganha mais mulheres em si mesma. Com seus desejos aumentam sua audácia, sua garra, seus poderes. Se já era impossível, cuidado: ela vira muitas. Também não me venha imaginar mães como seres delicados e frágeis. Mães são fogo, ninguém segura. Se antes eram incapazes de matar um mosquito, adquirem uma fúria inédita. Montam guarda ao lado de suas crias, capazes de matar tudo o que zumbir perto delas: pernilongos, lagartas, leões, gente.

Mães não têm tempo para o ensaio: estreiam a peça no susto. Aprendem a pilotar o avião em pleno voo. E dão o exemplo, mesmo que nunca tenham sido exemplo. Cobrem seus filhos com o cobertor que lhes falta. E, não raro, depois de fazerem o impossível, acreditam que poderiam ter feito melhor. Nunca estarão prontas para a tarefa gigantesca que é criar um filho – alguém está?

Mente quem diz que mãe sente menos dor – pelo contrário! Ela apenas aprende a deixar sua dor para outra hora. Atira o seu choro no chão para ir acalentar o do filho. Nas horas vagas, dorme. Abastece a casa. Trabalha. Encontra os amigos. Lê – ou adormece com um livro no rosto. E, quando tem tempo pra chorar – cadê? -, passou. A mãe então aproveita que a casa está calma e vai recolher os brinquedos da sala. “Como esse menino cresceu”, ela pensa, a caminho do quarto do filho. Termina o dia exausta, sentada no chão da sala, acompanhada de um sorriso besta.

Já os filhos, ah… Filhos fazem a mãe voltar os olhos para coisas que não importavam antes. O índice de umidade do ar. Os ingredientes do suco de caixinha. O nível de sódio do macarrão sem glúten. Onde fica a Guiné-Bissau. Os rumos da agricultura orgânica. As alternativas contra o aquecimento global. Política. E até sua própria saúde. Mães são mulheres ressuscitadas. Filhos as rejuvenescem, tornando a vida delas mais perigosa – e mais urgente.

Quando nasce um bebê, nasce uma empreiteira. Capaz de cavar a estrada quando não há caminho, só para poder indicar: “É por ali, filho, naquela direção”.

Cris G.

Não consegui achar a autora deste lindo texto, mas é lindo. E a mamãe polvo aqui anda tão ocupada, que pouco aparece pelo blog. Há sempre a promessa de melhorar, e hoje não é diferente! Agora as noites são melhores, a rotina boa. E minha pequena vai completar dois aninhos!🙂

Beijos e abraços,

Laura

Agulheiro na xícara

Amo agulheiros! Eeste reaproveita uma xícara antiga que ficou sem par. Fiz para uma amiga crafiteira e junto um broche feito com fita métrica, facílimo de fazer.

Prometo um Tutorial ensinando a fazer o broche.

Enquanto isso, que tal dar uma olhadinha neste post antigo, onde ensinei a fazer decotape de tecido?

E no Pinterest da Laurina tem um painel com uma seleção de agulheiros lindas!

agulheiro

Abraços,

Laura

Fofuras na Lojinha!

Chegaram duas estampas super queridas na Loja.

Na onda dos Livros de Colorir esta Mandala em forma de lancheira ficou especial:

laurina_14.04.14-14

Lancheira Térmica Mandala

A estampa de onça sempre tão solicitada, em uma combinação com rosa que ficou delicada e moderninha:

laurina_26.04.15-10

Lancheira Térmica Onçinha

Aproveita!

Abraços,

Laurina

Cheguei atrasada, mas tô aqui!

IMG_20120512_162143

Afinal, dia das mães é todo dia!

Mas o beijo mais especial, o abraço mais apertado é daquela que tem o melhor colo do mundo, que me aguenta, me entende e me cuida, minha mãe! Mas o mais importante, a maior lição de todas estou aprendendo com ela: A de ser mãe.

Hanna-4meses_13.02.14-128

(reparem na minha cara de cansada!)

(reparem na minha cara de cansada!)

E para todas as mães de filhos do coração, biológicos, de quatro patas, e aquelas que cuidam de todos:

Feliz dia das mães!

Cerimônia0122

Um abraço carinhoso,

Laura

É hoje!

O trabalho por aqui foi árduo para deixar tudo bonitinho e cheiroso para receber vocês.

Passa na Lojinha e escolhe tua lancheira com descontinho amigo de 20% nas compras à vista!

Laurina 06.12.13-32

Laurina 06.12.13-39 (1)

Livros de Colorir!

jardimcapa1

Eu fui mordida pelo bichinho do lápis de cor e das canetinhas!

Passeando pelo Instagram, vi a Ana Tuyama postando mil fotos sobre um livro que estava pintando durante o feriado de Carnaval. Fiquei curiosa, fui atrás de informações e descobri o ‘Jardim Secreto’: Um livro de colorir para adultos! Ele estava esgotado em todas livrarias e não pude vê lo ao vivo. Mesmo assim encomendei dois, um para mim e outro para a Carol! Eu sabia que ia me apaixonar!

É uma terapia mesmo, a imaginação voa solta e os pensamentos também. Tenho pouquíssimo tempo para pintar. À noite, quando a casa fica quieta eu espalho meus lápis e canetas no Atelie e pinto um pouquinho. Vou levar um tempão pintando o livro, pois são muitos detalhes e faço com o maior capricho. Sempre que der, postarei algumas fotos para vocês verem por onde anda minha pintura!

Domingo passado, Carol, minha mãe e eu fomos entrevistadas para a reportagem que o Caderno Donna da Zero Hora fez sobre o livro, por indicação da Lu Gastal. A reportagem ficou muito legal, e deixo o link e algumas imagens para vocês verem. Aqui tem um link para você baixar um desenho e começar a pintar!

E para quem tem conta no Instagram, tem um perfil bem bacana, cheio de inspirações, idéias e técnicas para deixar o livro ainda mais bonito: @inspiracaojardimsecreto .

O crédito das fotos deste post são do Julio Cordeiro, fotógrafo da Zero Hora.

julio2-748x499

Sessão de pintura: Minha mãe e eu!

julio00acbfc7-738x499

Quanto mais canetinhas e lápis, melhor! Olhem a coruja que estou pintando!

diego00acb8f3-748x499

Esta é a ajudante da Carol, minha afilhada de quatro patas, a Caramel!

00acb9diego00-748x499

E a Carol, abraçada no seu presente!🙂

Estamos de volta!

Queridas clientes e amigas!

Depois de um longo intervalo na produção do Atelie, na segunda quinzena de abril a Laurina retoma suas atividades, e a Loja Virtual vai estar abastecida de lindezas.

Foram muitos e mails recebidos, perguntando por que a Laurina estava tão quietinha, e o motivo foi este:

Eu estava cuidando de uma bebê que não é nada quietinha, minha filha Hanna🙂.

Ela já tem um ano e cinco meses, e cuidar de um bebê prematuro não foi nada fácil, eu realmente precisava descansar, e seguir cuidando dela, é claro…!

Mas o esforço valeu a pena:

Hanna_teste_ marcadagua1

Então, mãos à obra, pois minha ajudante Junior está a postos para trabalhar:

Hanna_teste_ marcadagua2

Deixo aqui um super obrigada, pelo carinho, atenção e paciência de todos!

Prometo compensar a ausência com muito capricho e dedicação!

Abraços,

Laura

Saquinhos de chá apaixonantes

Olha só que ideia legal para fazer os próprios saquinhos de chá:

tea19

Chá a granel, filtro para passar café, cordão, linha, agulha e muito amor. Fácil, né?

A idéia e o passo a passo veio deste link.

Abraços,

Laura

Costura Vintage

john

Quem me conhece bem sabe que eu adoro antiguidades e tudo o que tiver estilo vintage e anitguinho.

Os móveis do nosso apartamento foram todos herdados das avós, alguns deles passaram um ano inteiro no marceneiro recebendo muito carinho e voltaram impecáveis. Eu não tenho toda habilidade da Ana, então muitas vezes preciso recorrer ao marceneiro, o Roberto. Ele transforma todas minhas idéias e quebra todos os galhos! Transformei porta temperos em porta-fitas, porta em prateleira e vinil dos Beatles em quadro…

E isso vale também para as máquinas de costura. Aqui no Atelie são quatro e uma overlock.  Destas quatro, a única máquina moderna que tenho é uma Janome 2008. Ela não tem aquele monte de pontos decorados, e eu nunca fiz questão disso. Gosto mesmo de máquina forte e resistente. As outras três máquinas que tenho aqui em pleno funcionamentos têm mais de 35 anos e não me desfaço delas por nada deste mundo!

Lucy

Minha Singer (herança da bisa Mimi) tem mais de cem anos, e de tempos em tempos ela costura uns paninhos para não perder a forma. Ela está no alto da prateleira e a barriga (já estou no oitavo mês de gestação) me impede de alcançá-la para uma foto…. Mas ela é linda!

A Singer Bobina Mágica estava atirada em um canto, e foi presente da Aline, grande amiga. Depois de uma reforma e carinho, ela está a mil por aqui. Já a Elgin ZigZag foi comprada pela minha mãe há 37 anos atrás, quando ainda estava grávida de mim e do Dani, e a Laurina começou ali.

Imagem

Acima, a Elgin ZigZag e as habilidosas mãos da Renata, aluna do Atelie.

Esta história de se desfazer de máquina antiga para comprar uma nova não vale. Fica com as duas, a antiga e a nova. Até porque elas são muito mal avaliadas na hora de negociar. E as máquinas antigas têm toda estrutura metálicas e são bem mais resistentes!

Mas me conta aí, você tem uma máquina antiga guardada?

Entradas Mais Antigas Anteriores

%d blogueiros gostam disto: